31 de mar de 2011

Apertamentos charmosos

Seguindo a ideia da Jaure de moradias pequenas, aqui tem outro apartamento [ou seria apertamento literalmente?] bem pequeno, mas um pouco maior do que os 16 m², onde vive a advogada Denise, que precisava de um local no centro de São Paulo pra evitar os congestionamentos e facilitar a vida.
A quitinete de Denise tem uma planta diferente da convencional, além de um pilar redondo estrutural (1). Para ganhar área livre e ter a sensação de amplitude, Denise investiu em poucos móveis. Na parte mais larga, foi possível reservar uma área para a sala, com o sofá e as estantes, e outra para o quarto, representado pela cama suspensa (2). O pé-direito alto, de 2,90 m, facilitou a instalação do móvel. A televisão fica na parede oposta à da janela, o que possibilita que seja vista do sofá e da cama. O janelão acolhe a entrada de muita luz natural, e por causa disso, a solução foi adotar uma cortina curta, que não sobrecarregasse o ambiente, já enxuto.

Mesmo com pouco espaço, Denise conseguiu delimitar ambientes valendo-se de uma forma esperta de distribuir os móveis: o tapete é entrada para o quarto e os banquinhos demarcam as fronteiras da sala. A cama de casal suspensa feita sob medida fica cerca de 1 m abaixo do teto – assim Denise pode sentar sem risco de bater a cabeça. Embaixo, sobrou 1,70 m de altura para o closet, que tem duas araras metálicas e uma prateleira alta, fixada na própria estrutura da cama, resistente porque é feita de madeira maciça. O desafio é manter as coisas em ordem, já que ficam aparentes: uma cortina esconde os pertences quando a preguiça bate mais forte que o desejo de arrumação. De quebra, o varão é aproveitado como guarda-corpo. Lindos, a cadeira de balanço e o lustre completam o ambiente.

Uma das últimas grandes aquisições foi a estante que se estende pela parede de 4m.Com o móvel cheio de nichos, a moradora conseguiu organizar livros, objetos decorativos e mimos como os muitos porta-retratos. A manutenção simples do piso frio, de cerâmica, agiliza a limpeza da quitinete. Como Denise tem duas gatinhas, isso é fundamental. Quando recebe os amigos, Denise oferece, além do sofá, as almofadas com jeitinho de futon, tudo bem informal.



Fonte: Revista Minha Casa, agosto 2010

30 de mar de 2011

Casa Hitler, bota fé?



Essa é pra quem não entendia quando o professor falava de "arquitetura biomórfica"

Uma casa que se assemelharia aos traços da face do nazista Adolf Hitler se tornou sensação na internet.
Segundo a agência "Associated Press", a imagem da casa em Swansea, no País de Gales, foi publicada mais de 65 mil vezes por usuários do Twitter, serviço de microblog.
Segundo os usuários, a madeira acima da porta representaria o bigode do ditador nazista e o teto em preto inclinado lembraria seu cabelo.


por Dé!

Apartamento de 3 andares em 16m²

Falta de espaço é um problema que temos que administrar constantemente. Isso não é nenhuma novidade, mas o melhor de tudo é ver soluções inteligentes para a resolução deste problema.

Steve Sauer faz parte do seleto grupo de pessoas que buscam alternativas sensacionais. Ele conseguiu montar um apartamento de três pavimentos em apenas 16 metros quadrados. Isso mesmo que você leu: 16 metros quadrados de espaço.

“O que eu realmente queria era um lugar com o que eu preciso. A qualidade é mais importante do que a quantidade de espaço. Eu tenho facilidade de perceber quando as coisas estão no lugar”, disse o engenheiro da fábrica da Boing – especialista na arte de organizar elementos em todos os espaços, tornando-os extremamente funcionais.

De acordo com uma matéria do jornal The Seattle Times no limitado apartamento de Sauer, você pode encontrar: duas camas, uma cozinha, incluindo uma máquina de lavar, uma banheira, um armário, espaço para armazenar duas bicicletas, uma mesa de jantar e uma série de compartimentos distribuídos em 3 níveis.

O segredo, segundo Sauer, é consumir todo o espaço possível. Em outras palavras, comprar um pouco de comida, mas comer muito bem.


A verdade é que o lugar parece muito agradável e mostra como se deve interagir com o espaço disponível.


29 de mar de 2011

Rapidinha: Eduardo Souto leva o Pritzker 2011!

Neste ano o escolhido foi esse português simpático: Eduardo Souto de Moura, discípulo de Alvaro Siza, nascido em 1952 na cidade de Porto.
Pra quem não conhece, o prêmio Pritzker é como se fosse o "Nobel da Arquitetura". Os maiores arquitetos da história estão lá no hall dos premiados, incluindo nosso querido Niemeyer.

A honraria deveria ser anunciada no mês que vêm e apresentada em Washington, mas foi divulgada prematuramente pelo site da organização.
O prêmio, concedido anualmente a um arquiteto vivo, é patrocinado pela abastada família Pritzker, de Chicago, principal proprietária da rede Hyatt Hotels e de outros negócios.

Além de todo prestígio, o vencedor do prêmio leva a miséria de 100 mil dólares, cerca de 70 mil euros. Ta suave né?

Para conhecer o trabalho do Souto Moura, clique aqui.


Por Dé!

Trocando Gato por Lebre!


O órgão de planejamento urbano da cidade de Joinville foi assumido por uma ADVOGADA, cuja formação não inclui qualificações para desenvolver o planejamento da cidade. É isso aí, é pra isso que a gente se mata 5 anos fazendo arquitetura.

Segue abaixo a carta do Arquiteto de Joinville Sérgio Guilherme Gollnick ao Jornal ANotícia:

"A OAB ficaria em silêncio se um arquiteto ou engenheiro assumisse a Procuradoria Geral do Município de Joinville?

CAMPO DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL

A profissão de arquiteto e urbanista é regulamentada pela lei federal 5194/66, de 24 de dezembro de 1966. Desta forma, o exercício da profissão fica reservado aos que possuem diploma de faculdade ou escola superior oficial reconhecida pelo Estado.

A lei 5194/66, em seu Art. 7o diz que as atividades e atribuições do engenheiro, do arquiteto urbanista e do engenheiro-agrônomo consistem em:

• a) desempenho de cargos, funções e comissões em entidades estatais, paraestatais, autárquicas e de economia mista e privada;
• b) planejamento ou projeto, em geral, de regiões, zonas, cidades, obras, estruturas, transportes, explorações de recursos naturais e desenvolvimento da produção industrial e agropecuária;
• c) estudos, projetos, análises, avaliações, vistorias, perícias, pareceres e divulgação técnica;
• d) ensino, pesquisa, experimentação e ensaios;
• e) fiscalização de obras e serviços técnicos;
• f) direção de obras e serviços técnicos;
• g) execução de obras e serviços técnicos;
• h) produção técnica especializada, industrial ou agropecuária;

Parágrafo único os engenheiros, arquitetos e engenheiros-agrônomos poderão exercer qualquer outra atividade que, por sua natureza, se inclua no âmbito de suas profissões.

A resolução 218/73 CONFEA diz sobre essas mesmas atividades e atribuições:

Art.1o – Supervisão, coordenação e orientação técnica; estudo, planejamento, projeto e especificação; estudo de viabilidade técnico-econômica; assistência, assessoria e consultoria; direção de obra e serviço técnico; vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico; desempenho de cargo e função técnica; ensino pesquisa, análise, experimentação, ensaio e divulgação técnica, extensão; elaboração de orçamento; padronização, mensuração e controle de qualidade; execução de obra e serviço técnico; fiscalização de obra e serviço técnico; produção técnica e especializada; condução de trabalho técnico; condução de equipe de instalação, montagem, operação, reparo ou manutenção; execução de instalação, montagem e reparo; operação e manutenção de equipamento e instalação; execução de desenho técnico.

Art. 2o – Compete ao arquiteto o desempenho das atividades (acima) referentes à: edificações – conjuntos arquitetônicos e monumentos – arquitetura paisagística e de interiores – planejamento físico local, urbano e regional, seus serviços afins e correlatos.

As atribuições profissionais legalmente conferidas aos arquitetos possibilitam-lhes amplas oportunidades no mercado de trabalho. A globalização e o avanço tecnológico transformam rapidamente as profissões e o modo de produção da sociedade contemporânea, exigindo, em conseqüência, que os novos profissionais detenham, simultaneamente, maior especialização e compreensão dos processos globais de produção.

Nesse cenário, pode-se reconhecer a versatilidade do arquiteto e urbanista que tem a sua formação fundamentada nos conhecimentos de diversas áreas – tecnológica, social, ambiental e cultural – o que contribui para respaldar a amplitude de suas atribuições profissionais.

As leis e normas que definem as atribuições profissionais são federais e precederam sua aprovação no Congresso Nacional, onde nosso alcáide exerceu mandato e, penso eu, esqueceu de algumas premissas.

Pela segunda vez na história do IPPUJ, orgão municipal que tem por finalidade executar a política urbana, ele passa a ser comandado por um profissonal não habilitado para exercer esta função que é técnica e necessita a habilidade de entender a dinâmica urbana onde o Estatuto das Cidades é o referencial normativo. Tanto o Ministério das Cidades quanto a CEF entendem que a atuação na área do planejamento urbano é tarefa do arquiteto e urbanista e assim colaboram para reconhecer a atribuição profissional. A situação gerada em Joinville passa novamente pela humilhação e, deveria indignar os profissionais Arquitetos e Urbanista locais.

Certamente a OAB entende esta linha de raciocínio legal que foi aqui exposta e, por certo, iria privilegiar a linha da observância normativas e legais que regem a profissão dos advogados, caso um profissional não habilitado viesse a assumir as funções de Procurador do Município, por exemplo. É de se imaginar que numa situação desta a entidade viesse a defender ferrenhamente que o cargo público, mesmo que de livre nnomeação do prefeito, viesse a ser ocupado por que está legalmente habilitado a exercê-lo como premissa, independente do curriculo ou do perfil profissional. Nem mesmo cursos de especialização e extensão profissional são suficientes para dar habilitação a um profissonal de outra área, salvo se os títulos obtiverem o reconhecimento do sistema CREA/CONFEA. Seria talvez a hora de uma entidade de classe defender o iteresse dos profissionais a ela ligada. Tenho dito.

Esclarecendo, o exercício da profissão de urbanista é única e está reservada aos profissionais ARQUITETOS E URBANISTAS pela RESOLUÇÃO Nº 1.010, DE 22 DE AGOSTO DE 2005 que dispõe sobre a regulamentação da atribuição de títulos profissionais, atividades, competências e caracterização do âmbito de atuação dos profissionais inseridos no Sistema Confea/Crea, para efeito de fiscalização do exercício profissional."

Blog do Arquiteto Sérgio Guilherme: http://lavienville.blogspot.com

28 de mar de 2011

O Interruptor do Futuro!

Chega de se complicar com interruptores cheio de teclas! O lance agora é esse:


HAHAHAHAH! Putz, como eu amo tecnologia!

Desenvolvido por Yanko Design

Por, Dé!

Caminhando Sobre as Águas!

Pra quem pensou que coisas do tipo só rolavam no Star Trek...


O princípio de funcionamento é simples: ladrilhos operados por tração mecânica que afundam lentamente. De acordo com a fabricante, ainda se pode ajustar a profundidade da piscina.

Confere o vídeo com a belezura em funcionamento:




Site da fabricante AQUI

Grana e espaço pra aderir essa idéia é o de menos :DD
Boa semana a todos, Dé!

27 de mar de 2011

Um restaurante diferente.


Já vimos vários restaurante no topo de prédios altos, e que ficam girando 360º, mas que tal ir jantar num restaurante debaixo das águas do Oceano Índico?
Pra quem curtiu a idéia, o restaurante se chama Ithaa. Ele é completamente envidraçado e proporciona uma vista deslumbrante sobre um recife de coral e as criaturas marinhas que lá habitam: raias, tubarões, entre outros.


Localizado nas Ilhas Maldivas, um lugar que é considerado um pedaço do paraíso na Terra. A beleza natural é ímpar e é a sua caracteristica mais forte, por isso são consideradas um destino turistico muito procurado. Em 2005, a cadeira internacional Hilton estabeleceu uma unidade hoteleira na ilha Rangali, e aí construiu um restaurante muito excluisivo, o Ithaa.



O Ithaa, que significa "pérola", é um espaço pequeno mas deslumbrante. Situa-se a 5 metros de profundidade. O acesso é feito através de uma plataforma à superfície, na lagoa, onde os hóspedes podem tomar uma bebida antes de entrar na sala de refeições propriamente dita. Ao descer por uma escada em caracol deparam então com uma sala com 5 metros de largura e 9 de comprimento, coberta por uma cúpula semicircular em vidro acrílico transparente. Graças a esta característica, podem desfrutar de uma refeição sofisticada rodeados da paisagem bela e exótica da lagoa circundante e do recife de coral, onde se movem peixes multicoloridos de várias espécies, raias e até tubarões.


Para realizar este edifício subaquático a empresa MJ Murphy Ltd, da Nova Zelândia, recorreu à tecnologia usada na construção de grandes aquários marinhos, como o de Sidney. Há apenas lugar para 12 pessoas neste restaurante, onde uma refeição pode custar entre 120 a 250 dólares, mas a experiência que proporciona é única, como o prova a enorme procura de que é alvo. A gerência recomenda que se faça reserva de mesa com 15 dias de antecedência. Não acha que vale a pena?



Mais informações: Conrad Hotel


Lari, seja bem vinda ao bonde do Arquitetrip haha


Por Jaure

Oi gente, sou nova por aqui, inaugurando meu primeiro post, e nada mais justo que me apresentar pra vocês. Meu nome é Larissa, mais popularmente chamada de Lari ou Larissinha, tenho 19 anos, quase 20, e to na quinta fase de arquitetura e urbanismo, e só quem faz arquitetura ou já fez sabe como é corrida e talvez um pouco masoquista essa nossa vida, sempre correndo por causa de projeto ou desesperados por causa de uma prova de sistemas estruturais. Fui convidada pelo Dé a ajudar aqui no blog, e espero contribuir com bastante informações legais e úteis. Bom, acho que é isso né, meu twitter é @LariMooreira, caso alguém queira me seguir por lá. Beijos

23 de mar de 2011

Parkour com espaço urbano: sensacional!


O premiado arquiteto Bjarke Ingels, fundador da BIG Architects, é fascinado pelo grupo de parkours “Team Jiyo” e juntamente com eles, criou um projeto para transmitir arquitetura de uma maneira diferente. Ele leva a equipe aos seus projetos, para explorar e revelar as suas competências, que podem ser tão inovadoras como a própria arquitetura.
O filme viaja por todo o mundo a partir de Dinamarca e Japão, Estados Unidos, Reino Unido e China para explorar a mobilidade urbana de cada região.

Confere aí!

Fonte: http://www.objectivecinema.net/showcase/2010/10/02/my-playground/


Por Dé!


22 de mar de 2011

Manifesto pela Vida!


Salve salve, queridos leitores!

Recentemente recebi via Facebook o convite para um evento inusitado que acontecerá nesse sábado, especificamente as 20:30h. Trata-se da HORA DO PLANETA, a maior mobilização do mundo contra o aquecimento global:



A Hora do Planeta é um ato simbólico, promovido no mundo todo pela Rede WWF, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as suas luzes durante sessenta minutos.

Em 2010, mais de um bilhão de pessoas em 4616 cidades, em 128 países, apagaram as luzes durante a Hora do Planeta. Em 2011 a mobilização será ainda maior!

"Em 2011, a Hora do Planeta vai além da hora. É o começo de um processo de mudança e tomada de atitudes concretas para o bem do planeta. Ao participar da Hora do Planeta, pedimos que além de pagar as luzes no próximo dia 26 de março você torne o seu cotidiano mais sustentável.

Nesse primeiro passo, a proposta do WWF-Brasil é “Recicle-se”.

Reduzir, reutilizar e reciclar. Essas são ações concretas que todos nós podemos fazer para minimizar o nosso impacto no meio ambiente. Cada tonelada de lixo gerada pelo consumo, por exemplo, resulta em média de vinte toneladas de resíduos associadas à extração de recursos naturais e de cinco toneladas durante a industrialização. Gerar menos lixo e reciclar mais é a mudança comportamental que está ao alcance de todos para garantirmos as condições necessárias para a vida no nosso planeta.

Fique atento. 60+ é uma plataforma de informação e mobilização que vai ajudar você e seus amigos a conquistarem esse objetivo.

O WWF-Brasil, o planeta Terra e todos nós agradecemos!"

Mais informações: http://horadoplaneta.org.br

Então façamos nossa parte, arquitetos. Juntos por um mundo melhor!
Por, Dé!

20 de mar de 2011

Um banheiro diferente.

Apresentada durante o 100% Design London a Yonoh Box é um novo conceito de WC. Consiste numa caixa de cantos arredondados literalmente cortada às fatias em que cada uma delas é um módulo com um equipamento específico. Os módulos básicos são dois: um com um lavatório e um vaso sanitário, outro com uma ducha, um banco e prateleiras. Depois pode ser acrescentado um terceiro módulo para expansão do espaço e arrumação adicional, para além dos módulos de topo que encerram o conjunto e a caixa transforma-se num WC completo. No entanto, várias combinações e personalizações são possíveis e fáceis de conseguir e esta é uma das grandes virtudes do conceito.



Mas, além da flexibilidade que é característica de qualquer sistema modular, a Yonoh Box apresenta outras vantagens. Pode ser colocada em qualquer espaço interior como um equipamento universal e independente do que o rodeia, apenas necessitando para funcionar de uma tomada eléctrica e de abastecimento e saída de água, logicamente. Há também a dimensão ecológica pois, na verdade, este é um WC inteligente. A temperatura, o consumo e outros dados são controlados por um processador central que os otimiza.


Existem reservatórios de água no interior das paredes de revestimento que, depois de utilizada em lavagens, é canalizada para a descarga. Por fim, o design: moderno, agradável e versátil. Não foi por acaso que esta proposta foi uma das finalistas do concurso Jump the gap promovido pela multinacional de artigos sanitários Roca.







Por Jaure.

18 de mar de 2011

Aproveita, filhão!

Você que sempre se complica na hora de representar seus projetos, ou tem inveja do coleguinha que manja de computação gráfica e aparece com umas maquetes digitais cabulosas na banca de apresentação; pode parar de reclamar da vida e se liga nessa:

A Sociesc está oferecendo um curso de extensão para seus alunos com o objetivo de capacitar os participantes a desenvolverem, por meio dos recursos do software SketchUp – Google, as técnicas de desenho/projetos, reduzindo substancialmente o tempo de criação e edição.

Pra quem chegou agora no bonde e não conhece o SketchUp, se liga nesse video:


Algumas vantagens do SketchUp listadas pelo ArquiteTrip:

- Roda em qualquer máquina ( Do século XXI, é claro)
- Interface bem resolvida
- Disponível para download de forma gratuita
- Completamente funcional e fácil de lidar
- Menu em português
- Não exige formação em Harvard para usar, ou seja, qualquer colono com um pouco de noção espacial ja sai fazendo casinha feliz da vida!

Mais detalhes sobre O CURSO

Itens de estudo:

Apresentação do SketchUp
A Interface do SketchUp para Windows
Menus
Barras de ferramentas
Introdução à personalização
Sistemas de entrada de dados
Comandos para criação de Primitivas geométricas (Linhas, Arcos, Círculos, etc.)
Comandos para edição (Puxar/Empurrar, Siga-me, Equidistância, Scala, etc.)
Comandos de visualização (Zoom, Pan, etc.)
Comandos para verificação (Fita Métrica, Transferidor, etc.)
Camadas, Cenas, Materiais, Estilos.
Geração de textos.
Plano de Seção
Exportar DWG e DXF
Importar para CAD (2D e 3D)
Exercícios


Data: 19, 26/março 02, 09, 16/abril Horário: das 08h00 as 13h20

Cidade: Joinville/SC

Valor: R$ 340,00 (ou em até 3 x de R$ 119,00 no boleto bancário, ou em até 5 x de R$ 70,00 no cartão de crédito VISA.)

Inclui: Certificado (SOCIESC), Material Didático e Coffee-Break.

Forma de Pagamento: Boleto Bancário com vencimento para 30 dias após o inicio do curso (no caso de pagamento em parcela única) ou com vencimento para 30 e 60 dias (no caso de pagamento parcelado).

INTERESSADOS devem entrar em contato com a Camilinha (nossa linda auxiliar de ensino) através do email camilatmuller@gmail.com, solicitando o formulário de inscrição para ser preenchido!

Pessoal, eu recomendo! Confesso a vocês que esse software já salvou minha vida algumas vezes hehe :D

Bora lá fazer a incrição! Abraços, Dé!

17 de mar de 2011

Salve, salve galera!

Fiquei feliz em saber que o blog agora tem uma parceria com o IST-Sociesc. Isso quer dizer que nosso esforço de ter criado e de manter esse blog não é em vão.

O blog tá crescendo!!! Tá ficando importante *-* e isso é muito bom.
E com isso a gente tem a responsa de mantê-lo sempre atualizado com matérias e notícias relacionadas ao curso e a nossa facul.

É isso ai, o blog não pode parar!!!

Farô,
Jaure.

16 de mar de 2011

Parceria MONSTRA!


Oláoláolá leitores!
Graças ao grande Professor Leandro Leite, foi estabelecida oficialmente a parceria do blog ArquiteTrip com a IST-Sociesc! De forma direta ou indireta, o objetivo da parceria é utilizarmos o mundo virtual como um canal de comunicação entre o universitário e a universidade, buscando sempre o desenvolvimento de ambas as partes. Sem demagogia ou "pagação-de-pau", o nosso curso tem caminhado a passos largos e esse trabalho merece o reconhecimento. Graças ao esforço e dedicação da coordenação e de todo corpo docente, hoje podemos contar com um curso muito bem estruturado e com um plano de ensino completamente eficiente e inovador. Cabe a nós, alunos, a responsabilidade de contribuirmos por essa causa e termos a consciência de que JUNTOS podemos crescer cada dia mais! E esse é o objetivo do ArqT, tamo junto até o caroço! hehe

Aproveitando a deixa, quero muito que vocês confiram o trabalho "virtual" do Prof° Leandro. Hoje ele administra três blogs (eu mal dou conta de um) e vem demonstrando enorme empenho em otimizar o processo de interação social da universidade. Segue abaixo a lista de seus blog's! (Basta clicar no nome)

- ARQ Contemporânea (Blog pessoal)
- Laboratório AVA - Do Sagrado ao Profano (Blog de exposição virtual dos projetos de 2° fase)
- ARQ trilhando ( Blog oficial do curso de Arquitetura e Urbanismo IST-SOCIESC)


É isso pessoal, até mais


Por Dé!

Ralando o casco!

Salve queridos leitores! Peço desculpas por não estar postando no arqT diariamente, infelizmente as coisas fogem do controle devido ao tempo escasso. Mas, tirando essa chatisse, vamo que vamo! :D

Por Dé!

11 de mar de 2011

A culpa é de quem?


Quase três horas de chuva sem parar causaram o décimo alagamento do ano em Joinville. Mais de 35 pontos de enchente foram confirmados em dez bairros da cidade, causando transtornos para pedestres e motoristas, prejuízos e medo.

Aí eu me pergunto: a culpa é de quem?
Nivel do mar? Catástrofes naturais? Azar? Capeta? Noconoco.

Vamos usar um exemplo bem sucedido de como solucionar esse problema: Tóquio.


O subsolo de Tóquio alberga uma fantástica infraestrutura cujo aspecto se assemelha ao cenário de um jogo de computador ou a um templo de uma civilização remota. Cinco poços de 32 m de diâmetro por 65 m de profundidade interligados por 64 Km de túneis formam um colossal sistema de drenagem de águas pluviais destinado a impedir a inundação da cidade durante a época das chuvas.



A dimensão deste complexo subterrâneo desafia toda a imaginação. É uma obra de engenharia sofisticadíssima realizada em betão, situada 50 m abaixo do solo, facto extraordinário num país constantemente sujeito a abalos sísmicos e onde quase todas as infraestruturas são aéreas. A sua função é não apenas acumular as águas pluviais como também evacuá-las em direcção a um rio, caso seja necessário. Para isso dispõe de 14.000 Hp de turbinas capazes de bombear cerca de 200 t de água por segundo para o exterior. Impressionante.











Conclusão: Não existe problema insolúvel; basta querer enfrenta-lo. Nós como pensadores do espaço devemos levar isso em conta.

Fontes: A notícia, digacultura.net

por Dé!

10 de mar de 2011

Bolha imobiliária ou economia em expansão?

De acordo com a consultora imobiliária Global Property Guide, o Brasil tem a maior valorização imobilária do mundo!
A pesquisa foi realizada em 36 países, e mostrou a situação do mercado imobiliário mundial. Os dados foram contabilizados em períodos de 24 e 12 meses ( com data final em 30 de setembro de 2010) e trazem o Brasil como campeão na lista de lugares com a maior valorização imobiliária do mundo!

abaixo o rank com os 10+

1- Brasil: 33,5%
2- Letônia: 24,6%
3- Cingapura: 22,9%
4- Hong Kong: 20,6%
5- Israel: 16,4%
6- Austrália: 11,5%
7- Taiwan: 7,4%
8- Finlândia: 7,3%
9- Noruega: 6,7%
10- África do Sul: 5,1%

(Os valores foram calculados em moeda local, sem descontar a inflação. No Brasil, foram pesquisados os valores do metro quadrado de lançamento em São Paulo)


Ok, e o que temos a ver com isso? O presidente da Abramat, Melvin Fox, explica: " — A falta de mão de obra é o principal gargalo. Ele acontece na edificação e é claramente quantitativo e qualitativo. Para resolver isso, estamos implantando um sistema nacional de certificação e capacitação profissional para a construção civil, para criar um padrão de qualificação e garantir um currículo mínimo para 13 tipos de profissionais. "

Para os pessimistas, essa valorização do setor imobiliário brasileiro é na verdade uma bolha alimentada pelo crédito fácil. De acordo com as especulações, o tempo estimado é de 2 ou 3 anos para a bolha estourar e o país entrar em crise.

O fato é que a situação deve ser analisada com maior abrangência e levar-se em conta diversos fatores além dos citados acima, como: oferta x demanda, impostos, plano diretor etc.
Analisando deste modo, prefiro acreditar que o mercado está de vento em popa, a tendência é valorizar ainda mais e quem comprar vai se dar BEM.

Fontes: Global Property Guide; Portal Globo; revista Destaque imobiliário




3 de mar de 2011

Primeiro trote da história!

MA OOOOOOOOOOOOOE, salve pessoal!
Ontem (02/03) foi um dia que ficará marcado pra sempre na história da sociesc.
Nós, veteranos malvados e sem coração, realizamos O PRIMEIRO TROTE DE ARQUITETURA E URBANISMO!

veteranos lindos


O trote ficou marcado por momentos de tensão entre a coordenação do curso e os organizadores, mas graças a voluntariedade dos calourinhos e a persistência dos veteranos, nós todos juntos conseguimos realizar um trote SENSACIONAL!

calouros sujinhos

Queria aproveitar esse post para agradecer a TODOS que participaram do evento e dizer a vocês que nós somos a mudança que queremos ver! Enquanto a Sociesc não tiver um corpo de alunos forte, eles continuarão deitando e rolando em cima da gente. Todos sabemos que a realização do trote NO ÂMBITO da universidade é proibido em qualquer instituição do Brasil, mas o que aconteceu ontem foi uma dinâmica de integração SAUDÁVEL, SOCIAL e CONSCIENTE fora da universidade. Os que participaram foram com o intuito de se divertir e conhecer novas pessoas. Com certeza é isso que importa e que será lembrado pra sempre!

O restante das fotos estão postadas nas redes sociais do blog:
Pra quem usa ORKUT: CLIQUE AQUI
Pra quem usa FACEBOOK: CLIQUE AQUI


Abração galera,
por Dé!